• Rita Ericson
    Médica Veterinária
    Mestre em Comportamento Animal
    ritaericson@bichosaudavel.com

  • Tratamento Comportamental

    Quando nosso animal de estimação late demais, faz xixi no sofá, destrói os móveis, se lambe ou se morde sem parar e isso nos incomoda, imagine o sofrimento dele! Saiba que ele não está se comportando assim para se divertir ou nos chatear: ele está precisando de ajuda. O caminho é descobrir o que está acontecendo, se há algum problema físico, fechar o diagnóstico e iniciar o tratamento. A terapia comportamental envolve a compreensão do comportamento natural do animal, a modificação de algumas atitudes das pessoas da casa para estabelecer a harmonia entre todos. A comunicação é a chave do tratamento. Em alguns caso pode ser necessário o uso de medicamentos controlados, sobretudo os ansiolíticos para alcançar o objetivo do tratamento.

Como Dar Medicação

Esta é uma decisão que deve ser sempre tomada junto com o veterinário. O proprietário sabe quais as vias de administração mais de fáceis para seu animal e hoje em dia podemos manipular os medicamentos em diversas formas. Existem animais que tomam líquidos muito bem, outros que espumam, babam, cospem…e o pior é não sabermos ao certo se ele tomou ou não. Outros comem qualquer coisa gostosa, mesmo que tenha um remédio amargo misturado. Os mais seletivos, comem o gostoso e deixam sozinho, na maior solidão o comprimido no fundo do prato. Há os habilidosos que escondem o comprimido e cospem num lugar bem escondido, meia hora depois.

Comprimido

1. Se a ideia é disfarçar o comprimido no alimento, tente primeiro dar 1 pedaço mínimo de algo que ele adora sem nada dentro. Dê 3 ou 4 pedacinhos e no último (maior) disfarce o remédio. Mas lembre-se: deixe tudo pronto antes dele te pegar no flagra!

2. Ter jeito e coragem de “enfiar goela abaixo” – meu preferido, nunca deixa dúvidas se o animal tomou ou não o remédio. Mas nem todos topam (gente e bicho!).

3. Amassar e misturar no alimento – dependendo das restrições e preferencias alimentares do animal, funciona bem em lácteos como iogurte, requeijão…se ele perceber, faça como no tópico 1

4. “Pill pockets” – são um tipo de biscoito com espaço para ser recheado com o comprimido, a venda nas pet shops.

pill pocketsLíquido

1. Usar um conta-gotas, seringa ou até mesmo uma colher e dar diretamente para o animal tomar.

2. Disfarçar num alimento pastoso ou no caldo da ração úmida, sempre dependendo da restrição alimentar

3. Em caso de florais ou pequenas quantidades, podemos pingar na pele do gato, num local de fácil acesso com a língua que ele lamberá rapidamente, para se livrar! Manipulações Existem farmácias de manipulação que formulam os medicamentos com sabores como sardinha, mortadela e até jujuba!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: